A administração Ação com Humanização e a Cultura Municipal

3 jul 2018

A criação da Lei 524, de 13 de setembro de 2017, popularmente conhecida como ‘Lei Chico da Rabeca’, e a Lei 532, de 23 de março de 2018 do SMC (Sistema Municipal de Cultura) de iniciativas conjuntas dos poderes Executivo e Legislativo, sintetizam os esforços do município de Baixio na defesa pelo bem cultural material e imaterial de sua gente. Com a aprovação das referidas, o município deu um passo significativo para o incentivo aos eventos culturais, destacando festas tradicionais como Carnaval, Festas Juninas, apoio a eventos religiosos, grupos teatrais e quaisquer manifestações de apelo popular.

Em menos de 02 anos de gestão, a Administração Ação com Humanização em parceria com o poder legislativo municipal não mediram esforços para colaborar em todos os sentidos com as iniciativas da comunidade, e especialmente neste período junino, o prefeito municipal José Humberto Moura Ramalho, Secretário de Cultura e Vereadores todos entusiastas confessos das expressões sertanejas, reconhecedores dos talentos culturais do nosso Município, colocaram-se à disposição dos jovens, oferecendo desde apoio financeiro ao deslocamento das quadrilhas juninas inscritas em festivais de outros municípios e até estados diferentes, mesmo o município passando por restrições financeira e com pouca logística de transporte vem atendendo um cronograma apresentado previamente pelas agremiações. E não o fizemos por mera gentileza, mas por responsabilidade, transparência e compromisso assumido com a Cultura local. No tocante aos grupos, em nenhum momento José Humberto Moura Ramalho deixou de cumprir com o que se comprometeu, e tem absoluta convicção de que os responsáveis pelas agremiações juninas sabem do esforço, seriedade e imparcialidade com a qual a administração e demais apoiadores tratam todos os seus quadrilheiros.

É justo e necessário que se diga que a Gestão Municipal tem o caráter de apoio e incentivo, de estar presente nos eventos em que um filho de Baixio participar – como tem sido rotina a participação pessoal o prefeito, da primeira-dama Gleicy Kely e secretários – porém, o Governo Municipal não pode assumir o patronato exclusivo de nenhuma agremiação, sob a incoerência de exercer conduta imparcial ou privilegiosa, e mesmo diante do momento de disputa de espaço entre os baixienses, não por rivalizar, mas por interesse em cada um de mostrar o que tem de melhor pelo engrandecimento do município, a Gestão Ação com Humanização está ciente de ter agido com justiça, vendo o lado de cada um, confiante de que, com uma reflexão mais profunda por parte de cada cidadão, logo nos aproximaremos do consenso de que a Administração vem fazendo pela Cultura de Baixio o que nunca se viu nessas terras de São Francisco, com apoio e com presença física.

Que prevaleçam os riquíssimos espetáculos culturais de nossas brilhantes representantes das tradições juninas.

...
O dia do estudante (chamado também de dia do aluno ou ainda dia do discípulo)
Essa é a mensagem que 80 cursista do PROJETO CRIANDO OPORTUNIDADES receberam na aula inaugural
A autoridade de pai, muitas vezes sinônimo de cara fechada e pouco sorriso, pela árdua
“Pai, nosso herói de todos os dias” E esses heróis foram homenageados nas comunidades rurais
É fundamental que família e escola sigam os mesmos princípios e critérios, ter o mesmo
As pessoas que saíram da zona rural, ou até mesmo aqueles que já residiam na
Em estudo recente realizado pelo Ministério da Saúde, em parceria com a Organização Pan Americana
Do dia 23 ao dia 26 de julho, Baixio recebeu a UNIDADE MÓVEL DE EMPREENDEDORISMO
Mais uma atitude digna de aplausos. A administração Ação com Humanização entregou na tarde deste
Baixio receberá a Unidade Móvel de Empreendedorismo do Estado que passará a atender no centro