QUANDO TEMOS AMIGOS DE VERDADE, NUNCA ESTAMOS SOZINHOS! CONHEÇA A COMOVENTE HISTÓRIA DO PORTEIRENSE PAULO BADÚ!

6 fev 2019

Porteiras-CE, 05 de fevereiro de 2019. Horas decisivas, telefonemas, mensagens, providências para uma viagem. Imagine uma confusa história com encontros e desencontros, norteada por surpresas e com um final feliz. Imaginou? Agora vamos dar vida a essa história, afinal, ela existiu.

Paulo Ernesto Inácio da Costa, um nome aparentemente distante para muitos, mas que pode ser aproximado se trocado por ‘Paulo de Frank Badú’. Este rapaz que é natural de Porteiras, mas que atualmente reside em Missão Velha, só queria ir até a vizinha cidade de Brejo Santo realizar alguns exames de saúde, e na sorte de uma carona, pegou o caminho errado, conduzido pela má fé de um motorista que nem ele mesmo sabe identificar, o levou até Brasília-DF, o início de uma breve vida ambulante estava começando, não fosse a presença de Deus na vida deste simples evangélico acometido de problemas emocionais.

No Distrito Federal, Paulo foi deixado na rua, procurou ajuda, desesperado, sem saber exatamente por onde começar, quando foi levado por pessoas comuns até o Ministério Público, e chegando lá, ao queixar-se de dores abdominais, foi encaminhado a uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), lugar em que pôde contar sua triste peregrinação, comovendo a todos ali. Uma senhora – evangélica como ele – resolveu cuidar do jovem porteirense, fez campanhas, ofereceu roupas e localizou familiares via telefone. Dona Flávia conseguiu contato com representantes religiosos de Missão Velha, estes com a família de Paulo em Porteiras, que logo procurou ajuda na Secretaria de Assistência Social.

O relato fiel de um pai em desespero tocou profundamente a secretária Claudineide Lima que, sem titubear, repassou ao prefeito Fábio Pinheiro toda a situação. Não deu outra: Fábio autoriza todos os trâmites da repatriação do rapaz, quer saber detalhes completos, manda os valores da passagem, e recomenda que seja de avião, pela própria situação do conterrâneo. Na troca de mensagens por aplicativo entre Claudineide Lima e Flávia, palavras de reconhecimento e gratidão, elogios da braziliense à agilidade do município de Porteiras, especialmente ao gesto humano do prefeito, e lá vem o avião trazendo Paulo Ernesto de volta pra casa, de ânimo renovado, roupas e sorriso também. “A senhora Flávia, além de toda a assistência, providenciou roupa, calçado e bolsa para o nosso amigo”, comenta Claudineide.

A tarde da quarta-feira (06) foi marcada por emoção, choro, logo na chegada do vôo ao Aeroporto Regional do Cariri. Vieram os agradecimentos do pai, Franco Badú, com seu jeito humilde de sempre, esposa e filhas que aguardavam o abraço. Nas palavras de Claudineide, um justo reconhecimento à atitude amiga e solidária do prefeito Fábio Pinheiro, de quem confessou ter orgulho de integrar sua equipe de governo, e que além das passagens aéreas, ainda depositou uma determinada quantia em dinheiro para Dona Flávia comprar medicamentos e custear despesas de deslocamento na capital federal. Tudo isso levou a secretária municipal a colocar este momento num patamar de felicidade igual a sua graduação, sua nomeação oficial na Assistência, seu matrimônio. “Foi o dia mais feliz da minha vida”, finaliza.

 

...
[caption id="attachment_15413" align="alignnone" width="954"] Arte/foto - Cícero Coutinho[/caption] BAIXIO CANTADA E CONTADA EM VERSOS 1886
Baixio sediou nesta última quinta-feira (dia 08 de agosto de 2019), a formação de atores
Há pais que fazem de tudo para estar presente na vida de seus filhos. Outros
O prefeito José Humberto Moura Ramalho, juntamente com a secretária municipal de educação professora Ana
Atividade física prazerosa, oportunidade de trocar experiências, explorar novos territórios e culturas, e principalmente, melhorar
A Secretaria do Esporte e Juventude (Sejuv) lançou nesta quarta-feira (31), a lista com os
Após o período de recesso parlamentar, iniciado em junho, os vereadores de Baixio retomam as
Que a limpeza pública é uma obrigação da administração municipal, isso todo mundo sabe, o
Nesta sexta feira, 26, a Secretaria de Saúde do município juntamente com o Comitê Intersetorial
Pedir uma carne de primeira, de segunda ou de terceira é uma linguagem popular no