Consciência Negra – NUCA Baixio Promove Ações Contra o Racismo

6 dez 2019

Por Mônica Pereira.

Nos dias 27 e 29 de novembro, o NUCA-Núcleo de cidadania d@s adolescentes de Baixio, realizou suas duas últimas ações ligadas ao DESAFIO 8 – PROMOVER PRÁTICAS DE ENFRENTAMENTO AO RACISMO, como mais um passo em busca do Selo UNUCEF.

Na primeira data, quarta-feira (27/11), aconteceu a I AUDIÊNCIA PÚBLICA DE VALORIZAÇÃO DA CULTURA NEGRA E INDÍGENA, onde pautas importantíssimas como Racismo Estrutural e Racismo na Infância foram abordadas pela mobilizadora Mônica Pereira, contamos também com a explanação do amigo baixiense Arlindo Andrade trazendo estatísticas alarmantes e partilhando suas vivências com grupos negros na cidade de Crato-CE, foram apresentados vídeos relacionados a cultura indígena, dentre eles a fala do querido Gabriel Tapeba, índio da cidade de Caucaia que possui vínculos com o baixio e se disponibilizou a contribuir com o encontro e também imagens belíssimas do trabalho da amiga baixiense Theodora Honorato das auferias que ela atende enquanto nutricionista, na cidade de Altamira-PA.

O encontro encerrou-se com o desejo e a missão de ampliarmos esse movimento, de trazer mais visibilidade e atuação dos negros e descendentes indígenas do nosso município, espera-se que essa semente tenha sido plantada e dê bons frutos em um futuro próximo.

 

Já na segunda data, sexta-feira (29/11), houve a I FEIRA CULTURAL DE VALORIZAÇÃO DA IDENTIDADE NEGRA E INDÍGENA, na praça 15 de Setembro no centro da cidade, a partir das 18h30, contamos com a disponibilização de três espaços, o primeiro expondo algumas das religiões de matriz africana; o segundo expondo figuras importantes da história e da luta negra e o terceiro tratava-se da exposição de comidas típicas e de origem negra e/ou indígenas. O momento ainda contou com a participação e parceria da Escola Humberto Bezerra, com uma belíssima apresentação sobre Dragão do Mar e a luta pela liberdade dos escravos no Ceará, em seguida uma apresentação de capoeira e maculelê também proporcionada pela escola e por fim uma apresentação de duas alunas, uma delas participante do NUCA q

ue representavam as entidades de religiões também para representatividade negras, Iemanjá e Oxum (Gabriela e Beatriz), queremos

aqui agradecer a disponibilidade e o esforço da amiga Ivam Dantas, Diretora da escola, que nos ajudou a abrilhantar e enriquecer esse momento. Finalizamos com a certeza de que as duas ações foram muito importantes e deixaram a todos de uma maneira ou de outra, tocados e encantados por essa cultura tão rica e bela!

 

 

...
Não tem como ignorar que a COVID19 causou inúmeros descontroles na saúde, na economia, na
O São João chegou! Só que desta vez, não teve fogueira, apresentação de quadrilhas e
Disponibilizamos abaixo o Boletins da Vigilância Socioassistencial Municipal de Baixio – Ceará com informações de
Pela primeira vez na gestão Ação com Humanização os tradicionais festejos juninos não foram realizados.
A Secretaria de Saúde de Baixio reconheceu o estado de transmissão comunitária da COVID-19 no
A atual Gestão Municipal, alicerçada no lema “Ação com Humanização”, encontrou no iniciar do ciclo
Depois de um ótimo bate-papo na estreia do Proseando, nesta próxima sexta-feira dia 19 de
Pandemia, quarentena, isolamento social...Em tempos de Coronavirus são esses assuntos que tomam conta da nossa
O Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) tem como finalidades básicas promover o acesso à